Miliciano palestino morre em ataque aéreo israelense em Gaza

Gaza, 6 jan (EFE).- Um miliciano palestino morreu e outros quatro ficaram feridos no ataque aéreo israelense lançado na terça-feira à noite perto de Khan Yunes, no sul da Faixa de Gaza, informaram testemunhas, fontes médicas palestinas e o Exército israelense.

EFE |

Os milicianos planejavam lançar um foguete de fabricação artesanal contra as localidades vizinhas do Estado judeu, segundo testemunhas e o Exército israelense.

A vítima fatal foi identificada por médicos do hospital Nasser de Khan Yunes como Yihad al-Sumiri, de 25 anos e membro dos Comitês Populares de Resistência, uma milícia próxima ao movimento islâmico Hamas.

Em comunicado, o Exército israelense ressalta que "não tolerará ataques com foguetes contra Israel por organizações terroristas e continuará respondendo a qualquer tentativa de romper a calma nas localidades do sul do país".

O Exército aumentou nos últimos dias suas atividades em Gaza, com bombardeios de espaços abertos perto da barreira que separa o território palestino do Estado judeu.

A fronteira permanece, no entanto, relativamente tranquila desde que, há um ano, Hamas e Israel declararam tréguas unilaterais após a operação em Gaza de um ano atrás, que matou cerca de 1,4 mil palestinos, na maioria civis.

Ontem, Abu Obaida, porta-voz do braço armado do Hamas - as Brigadas de Ezedin al-Qassam - lembrou que a "trégua temporária" com o Estado judeu "segue em vigor", mas disse que "não há acordo direto ou indireto algum com o inimigo sionista".

Abu Obaida reconheceu também que alguns de seus integrantes inclusive confiscaram foguetes de outros grupos armados "de forma temporária" para evitar ataques a Israel que levem a uma resposta violenta, com base em um "acordo alcançado com outras milícias". EFE sar-ap/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG