Milhões de californianos participam de gigantesca simulação de terremoto

Milhões de californianos participaram, nesta quinta-feira, da maior simulação de terremoto já organizada nos Estados Unidos, dentro de um exercício destinado a testar o nível de preparo dos habitantes dessa região com o maior risco sísmico do país.

AFP |

Um falso tremor aconteceu às 10h (16h de Brasília), na Califórnia do Sul. Em escolas, universidades e empresas, mais de 5,2 milhões de pessoas se jogaram para debaixo das mesas para se proteger.

Em toda a zona afetada, equipes de bombeiros, policiais e urgências médicas interviram ao longo da manhã.

Chamado de "o grande tremor da Califórnia do Sul", o exercício simulou um potente terremoto na falha de San Andreas, a mais importante das 300 que cortam a região. O sismo, de 7,8 graus na escala Richter, teria provocado 3.800 mortes, 53.000 feridos e destruído 1.500 edifícios.

Segundo o Instituto Americano de Geofísica (USGS), um sismo como esse faria os prédios de Los Angeles tremer por 55 segundos, contra os 7 segundos para o sismo de magnitude 6 que atingiu a área em 1994, provocando 72 mortes e 35.000 feridos.

Os geólogos estimam que a possibilidade de que ocorra um tremor destrutivo nessa região com 22 milhões de habitantes nos próximos 30 anos é quase uma certeza, com 99% de probabilidade.

Leia mais sobre: terremoto

    Leia tudo sobre: terremoto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG