Milhares protestam na Índia contra alta nos preços dos alimentos

Ao menos 100 mil indianos apoiados pelo principal partido de oposição denunciaram nesta quarta-feira os aumentos excessivos nos preços de alimentos, exigindo que a liderança do governo no Congresso renuncie devido à inflação.

Reuters |

A demonstração, uma das maiores em vários anos, revelou como a inflação está atiçando a ira da população contra o governo e fortalecendo a oposição do partido nacionalista hindu Bharatiya Janata (BJP), um ano após ter perdido a eleição para o partido do Congresso.

Reuters
Indianos vão às ruas em protesto
Carreatas ocuparam as ruas do centro da capital e manifestantes, levados à Nova Délhi de diversos Estados por ônibus da BJP, carregavam bandeiras e cartazes e gritavam slogans anti-governo.

O BJP vê o aumento dos preços de grãos, açúcar e lentilhas corroendo o sucesso do Congresso antes da oitava eleição estadual neste ano e em 2011, com partidários do governo em regiões pobres e rurais da Índia sentindo os efeitos.

"Eu sempre votei no partido do Congresso mas estou muito desapontado com a maneira com que eles lidaram com os aumentos dos preços. Eles nos abandonaram, não sei como sustentarei minha família", disse Mohan Singh, agricultor que participou dos protestos.

O quilo do açúcar custa cerca de 30 rupias (0,67 dólar). Algumas lentilhas custam até 100 rupias por quilo em um país onde o Banco Mundial diz que mais de 400 milhões de pessoas vivem com menos de 1,25 dólar por dia.

Leia mais sobre: Índia

    Leia tudo sobre: índia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG