Primeira-ministra de Queensland, Anna Bligh, advertiu que crise provocada por enchentes pode durar semanas

Pessoas são resgatadas em Queensland
AP
Pessoas são resgatadas em Queensland
Milhares de pessoas se preparam para abandonar suas casas e fugir das inundações sem precedentes que devastam o nordeste da Austrália.

A primeira-ministra do Estado de Queensland, Anna Bligh, advertiu que a crise pode durar vários dias e até semanas, depois que centenas de habitantes se abrigaram em centros de emergência.

"É um desastre de uma amplitude sem precedentes", declarou à imprensa. "A situação é muito difícil para muitas pessoas, que foram obrigadas a abandonar suas casas, e isto pode durar", completou.

As chuvas torrenciais nesta região agrícola e de mineração foram provocadas pelo ciclone Tasha, que cruzou a área na semana passada.

A gigante da mineração Rio Tinto declarou "estado de força maior" em quatro minas de carvão. As plantações de algodão e cana-de-açúcar ficaram alagadas. O estado de catástrofe natural foi declarado em várias regiões de Queensland.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.