Sarajevo, 26 jul (EFE).- Milhares de pessoas protestaram hoje em várias cidades servo-bósnias contra a detenção do ex-presidente e suposto criminoso de guerra Radovan Karadzic, detido na última segunda em Belgrado.

A maior concentração de manifestantes, de até duas mil pessoas, foi registrada na localidade de Pale, cerca de 30 quilômetros ao sudeste de Sarajevo, onde vive a família de Karadzic e onde o ex-líder viveu durante a guerra (1992-1995).

Muitos manifestantes levavam camisetas com fotos de Karadzic e mostraram bandeiras sérvias e cartazes com fotos do ex-presidente servo-bósnio.

O protesto foi organizado pelo nacionalista Partido Democrático Sérvio (SDS), fundado por Karadzic em 1990, apesar de seu nome ter sido apagado da lista de membros em 2001 por causa das fortes pressões da comunidade internacional.

O atual líder do SDS, Mladen Bosic, declarou que o protesto é "uma oração por Karadzic e pelas vítimas desta incrível caça por este homem" e denunciou as pressões que a família do ex-líder sofreu enquanto ele se escondia da Justiça internacional. EFE nh/ab/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.