Centenas de milhares de sapos fugiram de uma cidade próxima do epicentro do terremoto de segunda-feira no sudoeste da China, alguns dias antes do tremor, informa a imprensa chinesa.

A migração anormal dos animais, que de modo repentino invadiram as ruas de Mianyang no fim de semana passado, provocou comentários entusiasmados de blogueiros convencidos de que se tratava de um sinal que anunciava o tremor.

Porém, um especialista entrevistado pela agência estatal Xinhua minimizou a hipótese.

"Existem muitas razões para explicar uma anomalia em animais e nas águas subterrâneas. Um sismo é uma possibilidade, assim como as mudanças climáticas e as condições atmosféricas", declarou Zhang Guomin, analista do Instituto de Pesquisas Sismológicas.

Um repórter de um jornal de Mianyang entrevistou no domingo os moradores da cidade sobre o estranho fenômeno.

Os mais velhos afirmaram ter interpretado a fuga dos sapos como um sinal de um desastre iminente. Os mais jovens faziam piada da relação e afirmaram que os animais saíram para receber a tocha olímpica.

O subdiretor do Centro de Redes Sismológicas da China, Zhang Xiaodong, disse que as investigações sobre os terremotos avançarão neste sentido para saber se é possível estabelecer um vínculo entre um fenômeno natural e a iminência de um tremor.

Porém, admitiu que "a previsão dos terremotos continua sendo um enigma para o mundo".

gca/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.