Milhares de pessoas protestam por democracia em Hong Kong

PEQUIM - Milhares de pessoas foram às ruas de Hong Kong para exigir sufrágio universal e democracia, segundo o compromisso adquirido por Pequim em 1997, quando a ex-colônia britânica passou à soberania chinesa, informou neste sábado o diário South China Morning Post.

EFE |

Segundo os organizadores, 30 mil pessoas se somaram às manifestações, enquanto a polícia assinala que o protesto reuniu nove mil manifestantes.

De acordo com a organização do protesto, a participação popular mostrou "o desejo de Hong Kong de abolir circunscrições eleitorais funcionais a fim de conseguir o sufrágio universal genuíno".

Dois policiais e um manifestante ficaram feridos nos protestos, segundo fontes oficiais.

Embora a manifestação de ontem estivesse destinada a pedir o sufrágio universal coincidindo com o período de consultas para a reforma política, outros grupos de ativistas se uniram ao protesto, entre eles feministas e descontentes com o planejamento do Governo de Hong Kong.

No entanto, um dos maiores motivos de crispação na manifestação era a condenação a 11 anos de prisão do ativista chinês Liu Xiaobo, anunciada em Pequim no último dia 25, depois de o intelectual pedir há um ano sufrágio universal na China, entre outros direitos.

Leia mais sobre: China

    Leia tudo sobre: chinademocratamanifestações

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG