Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Milhares de pessoas participam do funeral de soldados israelenses

Jerusalém, 17 jul (EFE).- Milhares de pessoas assistem hoje ao funeral dos soldados israelenses Ehud Goldwasser e Eldad Regev, cujos restos mortais foram entregues nesta quarta-feira pela milícia xiita libanesa Hisbolá em uma troca de prisioneiros.

EFE |

O enterro de Goldwasser aconteceu no começo da manhã no cemitério militar da cidade de Nahariya, no norte de Israel, a partir de onde sua família lutou durante mais de dois anos para que os dois soldados fossem devolvidos.

O ministro da Defesa israelense, Ehud Barak, presente no funeral, disse que, "se algum de vocês, Deus não queira, fosse capturado ou acontecesse algo pior, o Estado de Israel e seu Governo farão tudo o que for justo e necessário".

"A viagem de dor terminou, mas a interminável viagem da memória e do luto está começando", acrescentou.

Poucas horas depois, partia da base militar de Shagra, perto da fronteira com o Líbano, o cortejo funerário que acompanhou os restos mortais de Regev até o cemitério militar de Haifa, no litoral ocidental israelense.

O comboio passou pela casa da família do soldado, na localidade de Kiryat Motzkin, onde vários habitantes se reuniram ontem para expressar sua raiva e dor pela morte do jovem, que no momento da captura tinha 27 anos.

Israel recebeu ontem os corpos dos dois soldados em troca de entregar à milícia xiita Hisbolá cinco presos libaneses vivos e os restos mortais de quase 200 árabes, na maior parte palestinos que morreram em Israel. EFE aca/an

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG