Milhares de pessoas estavam reunidas nesta quinta-feira no estádio Amadu Ahiyo de Yaoundé, capital de Camarões, e outras tantas tentavam entrar no local para assistir a missa que o Papa Bento XVI comecçou a celebrar pouco depois das 10H00 locais (6H00 de Brasília).

Os policiais lutavam para conter a multidão que tentava entrar a base de empurrões no estádio.

Entre as pessoas que tentavam entrar estavam militares uniformizados, religiosos em trajes litúrgicos e fiéis com fotos do Papa.

O estádio tem capacidade para receber 60.000 pessoas - 45.000 nas arquibancadas e 15.000 na grama.

cs/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.