Milhares de pessoas lembram em Hong Kong massacre da Praça da Paz Celestial

Milhares de manifestantes, incluindo um dos líderes estudantis da Praça de Tiananmen (Paz Celestial), lembraram neste domingo em Hong Kong o 20º aniversário da repressão de 1989 em Pequim deste movimento democrático chinês.

AFP |

Um total de 5.000 pessoas fizeram uma passeata pelas ruas da cidade, antes deu uma grande manifestação prevista para quinta-feira, data de aniversário da intervenção do Exército chinês, na madrugada de 4 de junho de 1989, para esvaziar a praça, onde os estudantes faziam uma greve de fome.

Segundo fontes de Pequim, 241 pessoas morreram na repressão, entre eles 36 estudantes, mas o governo central chinês nunca divulgou um balanço, por considerar o movimento contrarrevolucionário.

Entre os manifestantes presentes em Hong Kong estava Xiong Yan, uma das principais figuras dos protestos de 1989, que ficou dois anos preso na China e que atualmente vive nos Estados Unidos.

gn/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG