As principais cidades de Iowa (centro dos EUA) estavam debaixo dágua neste sábado, o que obrigou a evacuação de milhares de pessoas.

Na capital do estado, Des Moines, de 200.000 habitantes, as autoridades pediram aos moradores de áreas próximas a rios que deixassem a região, já que o nível das águas não pára de aumentar. Um dique se rompeu na manhã deste sábado e a Guarda Nacional se aprestaron a tapar las grietas.

Na Universidade de Iowa, em Iowa City, as inundações ameaçam os dormitórios, os edifícios das faculdades, a biblioteca e o centro de Belas Artes. Todos os cursos foram suspensos até 22 de junho e a reitoria pediu aos funcionários que trabalhem de casa ou atuem como voluntários nas operações de resgate.

Em Cedar Rapids, segunda maior cidade do estado, as águas atingiram um nível recorde e cobrem dezenas de ruas. As autoridades pediram para a população limitar o consumo de água.

As inundações no centro dos Estados Unidos deixaram 20 mortos em três semanas.

Quinze pessoas morreram em Iowa e milhares ficaram desabrigadas desde o início dos desastres meteorológicos em 25 de maio no estado, quando a região foi afetada por um tornado seguido de chuvas torrenciais.

bur-lt/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.