Morakot - Mundo - iG" /

Milhares de pessoas continuam isoladas em Taiwan após passagem do Morakot

Taipé, 16 ago (EFE).- Após oito dias de operações de resgate obstaculizadas pelo mau tempo, não se pôde ainda resgatar as milhares de pessoas incomunicáveis por causa das inundações causadas pelo tufão Morakot, que causou a morte pelo menos de 124 pessoas e 56 desaparecidos em Taiwan.

EFE |

As equipes de salvamento da ilha não conseguiram escavar a tempo as áreas soterradas pelo barro na aldeia de Siaolin, onde se calcula que haja 398 vítimas, e em outras regiões da ilha.

Ainda restam milhares de pessoas isoladas em aldeias devido à queda de pontes e estradas, embora já tenham sido abertos caminhos e enviados alimentos por terra ou ar, informou o Centro Nacional de Emergências.

O presidente taiuanês Ma Ying-jeou reconheceu ontem que o Governo não reagiu com a rapidez desejada ao inesperado desastre desencadeado pelo "Morakot", que causou as piores inundações em mais de 50 anos.

O número final de vítimas será maior que as confirmadas já que na aldeia de Siaolin há cerca de 398 pessoas soterradas sob o barro desde o dia 8 de agosto, o que levou o presidente Ma a não descartar 500 mortos. EFE flp/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG