Milhares de peregrinos xiitas viajam a Samarra a pedido de Moqtada Al-Sadr

Milhares peregerinos xiitas são esperados nesta sexta-feira, em Samarra, norte de Bagdá, para uma demonstração de força dos partidários do líder radical xiita Moqtada Al-Sadr.

AFP |

Os peregrinos, vindos de todas as partes do Iraque, se reunirão junto ao mausoléu de Hassan al-Askari para recordar a morte do 11º imã do Islã xiita.

A maioria exibe retratos do guia espiritual da comunidade xiita no Iraque, o grande aitolá Ali Sistani, e de Al-Sadr.

Lugar santo para os xiitas, o mausoléu também é símbolo de violências entre xiitas e sunitas que já deixaram centenas de mortos desde 2006.

Em 22 fevereiro de 2006, uma explosão, atribuída à Al-Qaeda, destruiu a cúpula dourada e os dois minaretes do mausoléu, desatando violentos confrontos interreligiosos.

"Cerca de 800.000 peregrinos são esperados. A situação em termos de segurança é boa e não haverá problemas", garantiu o governador da província de Salaheddine, Hamad Homud al-Chagti, acrescentando que medidas de segurança excepcionais foram tomadas para a ocasião.

str-kat/cn/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG