Milhares de palestinos recordam morte de Yasser Arafat na Cisjordânia

Milhares de palestinos se concentraram nesta terça-feira em frente à sede da Autoridade Palestina em Ramalah, na Cisjordânia, para participar dos atos em memória de Yasser Arafat, morto há quatro anos.

AFP |

Agitando bandeiras palestinas e da Fatah, partido político fundado por Arafat, palestinos vindos de diferentes pontos da Cisjordânia participavam da cerimônia, durante a qual o sucessor de Arafat, Mahmud Abbas, deve falar algumas palavras.

Antes, Abbas depositou um ramo de flores sobre o túmulo do histórico dirigente palestino.

A cerimônia está sendo transmitida ao vivo pela televisão oficial palestina, que desde a madrugada já tocava músicas para enaltecer a figura de Arafat.

No outro território palestino, Gaza - controlada pelo movimento radical Hamas desde junho de 2007 -, nenhuma cerimônia oficial foi organizada. Na segunda-feira, um comitê palestino encarregado de organizar as celebrações em Gaza acusou o Hamas de proibir atos em memória do líder morto.

Arafat faleceu no dia 11 de novembro de 2004, aos 75 anos, e foi enterrado no interior da sede da Autoridade Palestina, onde foi construído um memorial.

As causas da morte de Arafat, que morreu em um hospital parisiense, continuam cercadas de mistério. Vários dirigentes palestinos acusaram Israel de tê-lo envenado, mas os israelenses negam.

strs-ezz/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG