Gaza, 25 abr (EFE).- Milhares de palestinos, na maioria simpatizantes do Hamas, pediram hoje o fim do bloqueio israelense à Faixa de Gaza em uma manifestação convocada pelo movimento islâmica do norte ao sul do território palestino.

Com bandeiras palestinas e do Hamas, os manifestantes se dirigiram para a passagem de Erez, na fronteira com Israel, no norte, e para o terminal de Rafah, fronteiriço com o Egito, no sul, para protestar contra dez meses de bloqueio israelense que causou muitos prejuízos à Faixa de Gaza.

Os participantes cantaram hinos contra Israel e contra o cerco, iniciado em junho passado, quando o movimento islâmico Hamas tomou o controle da Faixa de Gaza após seis dias de combates contra as forças leais ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP) e líder do Fatah, Mahmoud Abbas.

Os organizadores impediram que os manifestantes se aproximassem da passagem de Erez, para evitar que fossem atacados pelo Exército israelense.

O protesto percorreu a estrada Salahadeen, que liga norte e sul da Faixa de Gaza, um dia depois que a agência da ONU para ajuda aos refugiados palestinos (UNRWA) anunciou a suspensão da ajuda humanitária a mais da metade da população do território, devido à falta de gasolina por causa do bloqueio israelense.

O Governo do primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, aprovou em outubro reduzir parcialmente seu fluxo de combustível e eletricidade, após declarar a Faixa de Gaza como "território inimigo". EFE sar/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.