Tóquio - Milhares de manifestantes pró-tibetanos marcharam hoje no centro de Tóquio para protestar contra as políticas da China e os Jogos de Pequim, por causa do início da visita ao Japão do presidente chinês, Hu Jintao.

Os manifestantes usavam camisetas e carregavam cartazes com mensagens em inglês como "Free Tibet" ("Tibete Livre") e "We Want Justice" ("Nós Queremos Justiça").

Muitos dos manifestantes, em sua maioria japoneses, carregavam imagens do líder espiritual do Tibete, o dalai lama, e usavam camisetas que mostravam algemas entrelaçadas que lembravam os aros olímpicos.

Os manifestantes expressaram seu descontentamento com a realização dos Jogos Olímpicos em Pequim e gritaram por "democracia para a China agora".

A Polícia japonesa desdobrou desde hoje 6.600 agentes para aumentar as medidas de segurança durante a visita de Hu, que chegou no começo da tarde de hoje a Tóquio para uma viagem de cinco dias.

Segundo o diário "The Japan Times", o número de policiais mobilizados é o dobro que o estabelecido no mês passado para proteger a passagem da tocha olímpica pela localidade de Nagano (norte do Japão).

Hu Jintao chegou esta manhã a Tóquio na primeira visita oficial de um presidente da China ao Japão em dez anos, com o objetivo de melhorar as relações bilaterais.

Hu se reunirá amanhã com o primeiro-ministro do Japão, Yasuo Fukuda, para discutir os direitos de exploração de gás no Mar da China Oriental, a mudança climática e, possivelmente, a situação no Tibete.

Leia mais sobre: Tibete

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.