Milhares de manifestantes pedem eleições antecipadas na Sérvia

Opositores culpam o governo por crise econômica e aumento do desemprego. Cerca de 4 mil policiais acompanham os protestos

EFE |

Milhares de manifestantes da oposição sérvia se reuniram neste sábado no centro de Belgrado para exigir a convocação de eleições antecipadas, diante do que eles classificam de grave situação econômica e social no país.

Tomislav Nikolic, líder do Partido pelo Progresso Sérvio (SNS), maior legenda opositora, declarou diante dos manifestantes ter iniciado uma greve de fome e sede, no que considerou "a última maneira, cristã e ortodoxa, para lutar por uma Sérvia melhor", em busca da convocação de eleições antecipadas, exigência feita há meses.

Reuters
Milhares de sérvios foram às ruas pedir que eleições, previstas para 2012, sejam antecipadas

Entre gritos de aprovação, esse antigo líder ultranacionalista, que nos últimos anos moderou seu discurso e hoje é um dos políticos mais populares do país, disse que "ninguém poderá ficar surdo nem mudo" após esse comício de grandes proporções.

O presidente sérvio, Boris Tadic, líder do Partido Democrático (DS), afirmou na sexta-feira que as eleições legislativas, previstas para o primeiro semestre de 2012, serão convocadas quando a Sérvia obtiver o status de país candidato à adesão à União Europeia (UE).

A Sérvia espera que a UE lhe conceda esse status em outubro desde ano. Enquanto isso, segundo Tadic, o país "precisa de estabilidade para concluir esta importante tarefa".

Reuters
Sérvio se acorrenta durante protesto contra o governo

Os manifestantes, provenientes de todas as regiões da Sérvia, culpam o governo pela crise econômica, pobreza, queda do nível de vida, corrupção estrutural, aumento do desemprego - que beira os 20% - e mal funcionamento de empresas e fábricas.

O protesto ocorre sob os olhares de aproximadamente 4 mil policiais, que vigiam os edifícios que abrigam as principais instituições estatais, e com as ruas do centro fechadas ao tráfego.

    Leia tudo sobre: sérviosgovernoprotestoeleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG