Tamanho do texto

Milhares de habitantes de LAquila e de militantes antiglobalização iniciaramnesta sexta-feira uma marcha pelas ruas do setor antigo desta cidade italiana devastada por um terremoto em abril para protestar contra a cúpula do G8.

A marcha pacífica, na qual participam cerca de 5.000 pessoas, foi organizada por comitês de cidadãos indignados pelo atraso na reconstrução L'Aquila, apoiados por movimentos antiglobalização.

Vigiados por um imponente esquema de segurança, a manifestação teve início ao mesmo tempo que a coletiva de imprensa dos chefes de Governo e de Estado após o fim da cúpula.

kv/cn