Milhares de jovens da América latina acampam na cidade natal de Che Guevara

Milhares de jovens latino-americanos estavam acampados nesta sexta-feira em Rosario para celebrar neste sábado os 80 anos de nascimento de Ernesto Che Guevara em sua cidade natal, onde será erguida uma escultura em memória do mítico guerrilheiro argentino-cubano.

AFP |

Os jovens provenientes de Argentina, Brasil, Colômbia, Cuba, Uruguai e Venezuela, levantaram barracas no centro de Rosario, cidade portuária de um milhão de habitantes e principal pólo de produção de cereais do país, localizada a 300 km ao norte de Buenos Aires.

"O Che é referencial para os jovens do continente. Viemos para a cidade onde nasceu para comemorar sua luta pela soberania e a libertação de nossos povos", disse à AFP Julio César Hincapié Betancourth, um colombiano de 39 anos.

Para os brasileiros Rosalia Silva (30) e Pablo Oliveira (38) o Che representa "uma visão atual do homem novo, um exemplo de luta por um mundo diferente, melhor".

"Também nos interessa o legado educativo do Che, sua visão humanista", explicaram os jovens à AFP; eles militam na Rede de Educação Cidadã do Brasil.

A escultura do Che, de quatro metros de altura e três toneladas de peso, foi confeccionada em bronze pelo artista plástico argentino Andrés Zerneri que, para reunir o material, recolheu doações de 75.000 chaves e outras peças pequenas de cerca de 15 mil pessoas de vários países.

    Leia tudo sobre: argentinache guevara

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG