Milhares de armas dos EUA se encontram extraviadas no Afeganistão

Milhares de armas americanas, incluindo rifles de assalto e lança-granadas, podem ser encontradas nas mãos dos talibãs ou da Al-Qaeda devido aos controles pouco rígidos, alertaram nesta quinta-feira os auditores americanos falando ante o Congresso.

AFP |

O Pentágono não conseguiu rastrear cerca de 87.000 armas destinadas às forças de segurança afegãs, o que equiale a um terço das 242.000 enviadas pelo governo americano entre dezembro de 2004 e junho de 2008, afirmou o Birô de Controle (GAO).

O informe de 46 páginas do GAO afirma que não foram monitoradas cerca de 135.000 armas doadas pelos aliados da Otan ao exército e polícia afegãos.

O porta-voz do departamento de Defesa, Bryan Whitman, afirmou que sua secretaria iniciou ações para rastrear os números de série e realizar inventários das armas dadas pelos Estados Unidos e seus aliados.

"Dadas as condições de segurança instável no Afeganistão, o risco de perda e roubo dessas armas é significativo", assinala o informe da GAO, apresentado em audiência na Câmara dos Representantes.

Sobre se o armamento perdido pode estar em mãos dos talibãs ou da Al-Qaeda, o diretor de assuntos internacionais do GAO, Charles Johnson, citou informes militares sobre "o roubo de armas que potencialmente são vendidas aos inimigos". jit-bur/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG