Milhares de admiradores se despedem de Ted Kennedy

Desafiando o sol forte, cerca de mil admiradores enfrentaram filas nesta sexta-feira para se recolher diante do caixão de Ted Kennedy, exposto na biblioteca dedicada a seu irmão, o ex-presidente dos Estados Unidos John Fitzgerald Kennedy, assassinado em 1963.

AFP |

Mais de 25.000 pessoas já passaram pelo caixão daquele que foi chamado em vida "Leão do Senado", na quinta-feira. Para que americanos e turistas possam se despedir do caçula do clã Kennedy, falecido na terça-feira, os dirigentes da biblioteca resolveram deixar o estabelecimento aberto até a madrugada.

Ontem à noite, Victoria, a viúva do senador, Jean, sua irmã de 81 anos, e Caroline, sobrinha de Ted e filha de J.F.K, apertaram as mãos de anônimos até as duas da manhã.

A sala onde está o caixão de Ted Kennedy é das mais simples, mas tem vista para o oceano.

"Ele fez tantas coisas, sobreviveu a tantos acontecimentos, era tão popular. Quem poderá substitui-lo?", exclamou David Broeg, 52 anos, que chegou nesta sexta-feira ao amanhecer e estava aguardando há mais de três horas.

Cerca de 500 pessoas faziam fila para assinar o livro de condolências.

Como acontecera na véspera, vários membros da família estiveram no local e trocaram algumas palavras com os admiradores do senador.

Quinta-feira, uma centena de pessoas próximas de Ted Kennedy, falecido aos 77 anos das consequências de um tumor no cérebro, acompanharam o caixão, levado da casa da família em Hyannis Port à cidade de Boston, o feudo dos Kennedy, uma das famílias americanas mais influentes do século XX.

Ao término deste segundo e último dia de exposição do corpo, uma cerimônia particular deve reunir na noite desta sexta-feira família e amigos, assim como aliados e adversários políticos de Ted Kennedy.

A missa de corpo presente será celebrada sábado às 10H30 (11H30 de Brasília) na basílica Nossa Senhora do Perpétuo Socorro de Boston.

O presidente americano Barack Obama, que deve deixar Martha's Vineyard, perto de Hyannis Port, onde está passando suas férias, e chegar a Boston na noite desta sexta-feira junto com sua esposa Michelle, pronunciará a oração fúnebre.

De acordo com a rádio pública NPR, que citou um representante da igreja, os ex-presidentes Bill Clinton, Jimmy Carter, e George Bush pai e filho estarão presentes.

Ted Kennedy será enterrado na tarde de sábado no cemitério militar de Arlington, perto de Washington, ao lado de seus irmãos John Fitzgerald e Robert Kennedy, assassinado em 1968 quando se preparava para ser candidato à eleição presidencial. Obama não deverá assistir a esta última cerimônia.

Em editorial publicado nesta sexta-feira pelo Boston Globe, o primeiro-ministro britânico Gordon Brown elogiou "um homem altamente comprometido com o progresso e a justiça social em todo o mundo".

"A Irlanda do Norte foi pacificada, e a África do Sul foi libertada do apartheid. Devemos muito à visão e à coragem de Ted Kennedy", afirmou Brown.

sms/yw/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG