Milhares aguardam Bento XVI falar sobre morte de jovens em Luanda

Luanda, 22 mar (EFE).- Dezenas de milhares de pessoas assistem na praça de Cimangola, em Luanda, à missa celebrada pelo papa Bento XVI, durante a qual é esperado que ele expresse comoção pela morte de dois jovens ontem durante tumulto na entrada de um estádio, onde milhares de pessoas foram assisti-lo.

EFE |

A missa de hoje tem a participação de 71 bispos de Angola, África do Sul, Zimbábue, Lesoto, Moçambique, Congo, Namíbia e São Tomé e Príncipe.

Já ontem o papa, segundo seu porta-voz, Federico Lombardi, expressou sua "dor e desconcerto" pelo acontecimento.

Lombardi acrescentou que eles não souberam da tragédia até as 20h locais (16h de Brasília), duas horas após terminar o encontro do Pontífice com os jovens angolanos, no estádio Dois Coqueiros.

Hoje, a Comissão Angolana Preparatória da visita do papa expressou seu mais "profundo pesar" às famílias das vítimas, às quais afirmou que dará "todo o apoio material e espiritual necessário". EFE jl/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG