Mil casas destruídas em tsunamis provocados por terremotos nas Ilhas Salomão

Sydney - Cerca de mil pessoas perderam suas casas nas Ilhas Salomão devido a dois tsunamis e a vários desprendimentos de terra provocados pelos dois terremotos que sacudiram as ilhas na segunda-feira passada, informou hoje a imprensa local.

EFE |

O mais potente, de 7,2 graus na escala Richter, causou um tsunami com ondas de até três metros de altura e vários desprendimentos de terra, e foi seguido de outros seis tremores de magnitude superior a cinco na escala Richter.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos, que vigia a atividade sísmica mundial, informou que um deles, de 6,9 graus, causou um segundo tsunami de tamanho reduzido.

A ilha mais afetada foi Rendova, a 300 quilômetros da capital, Hondiara, onde mil de seus 3.600 habitantes perderam seus lares e se refugiaram em centros de emergência, embora não tenham sido registrados mortes e feridos com gravidade.

Em abril de 2007, um terremoto de 8,1 graus na escala Richter provocou um tsunami que causou a morte de aproximadamente 30 pessoas e arrasou boa parte da ilha de Gizo, no oeste do país.

As Ilhas Salomão estão sobre o chamado "Anel de Fogo do Pacífico", uma área de grande atividade sísmica e vulcânica que registra aproximadamente 7.000 tremores ao ano, a maioria moderados.

Leia mais sobre: tsunamis

    Leia tudo sobre: tsunami

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG