Nobel da matemática - Mundo - iG" /

Mikhail Gromov recebe prêmio Abel, o Nobel da matemática

Copenhague, 19 mai (EFE).- O russo naturalizado francês Mikhail Leonidovich Gromov recebeu hoje das mãos do rei Harald V da Noruega o prêmio Abel, considerado o Nobel da matemática, em uma cerimônia realizada em Oslo.

EFE |

Gromov, um dos matemáticos mais importantes da atualidade, é considerado o responsável por grande parte dos avanços registrados na geometria nos últimos 50 anos.

O júri premiou Gromov por suas contribuições "revolucionárias" à geometria, mas também por suas ideias gerais, "profundamente originais", que abriram também novas perspectivas em outras áreas da matemática.

O russo, de 65 anos, recebeu o prêmio e as 6 milhões de coroas norueguesas (US$ 950 mil) previstos pelo Abel.

O matemático russo-francês foi recebido horas antes em audiência pelos reis Harald e Sonia, e esta noite será o convidado principal de um banquete oferecido em sua honra pelo Governo norueguês.

Gromov nasceu em Boksitogorsk (Rússia) em 1943 e estudou na Universidade de Leningrado, onde trabalhou como professor assistente entre 1967 e 1974.

Desde 1982 leciona no Instituto de Estudos Científicos Superiores de Bures-sur-Yvette, ao sul de Paris, e também é professor no Instituto Courant de Ciências Matemática da Universidade de Nova York.

Naturalizado francês em 1992, já recebeu uma série de prêmios internacionais, como o Kioto de Ciências Básicas (2002), o Balzan (1999), o Leroy P. Steele (1997), a medalha Lobatchewski (1997) e o prêmio Wolf (1993).

O prêmio Abel é chamado assim em memória do matemático norueguês Niels Henrik Abel (1802-1829), e foi estabelecido pelo Parlamento norueguês em 2002, embora a instituição responsável seja a Academia de Ciências e Letras do país.

Gromov sucede no histórico do Abel o americano John Griggs Thompson e o francês Jacques Tits. EFE alc/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG