Microsoft anuncia versão beta do Windows 7 para sexta-feira

O diretor-executivo da Microsoft, Steve Ballmer, anunciou que uma versão de teste do novo Windows, o sistema operacional mais vendido do mundo, estará disponível a partir de sexta-feira.

AFP |

"Estamos a poucos passos de lançar a melhor versão já produzida do Windows", disse Ballmer em seu discurso na abertura do grande salão da eletrônica de Las Vegas (Nevada).

"Ele terá todos os ingredientes certos: simplicidade, confiabilidade e velocidade", acrescentou, apresentando o novo Windows 7.

Empresas parceiras da Microsoft e programadores já poderão começar a testar a nova versão imediatamente, informou ainda.

"Na sexta-feira, nós disponibilizaremos a versão beta em todo o mundo, para que os usuários possam entrar on-line e testar o Windows 7 em casa. Eu encorajo todos vocês a baixá-lo", afirmou o executivo.

De acordo com as promessas da empresa, o aguardado sucessor do Windows Vista (versão mais recente do sistema operacional da Microsoft, considerado extremamente problemática por seus usuários) terá funções de agenda, levará menos tempo para ser inicializado, economizará a bateria dos notebooks e tornará mais simples a adoção de ferramentas "inteligentes" para redes domésticas.

Ballmer explicou que o Windows - coração do império da maior empresa de software do mundo - está sendo transformado em um programa que interligará redes de informática, telefones celulares e aplicativos hospedados em serviços on-line.

A nova função "Play-to", por exemplo, facilitará a vida dos usuários na hora de baixar músicas, vídeos e fotos digitais em suas redes domésticas, segundo a Microsoft.

Na versão 7, os programas Media Player e Media Center - que já aparecem no Windows há algumas gerações - passarão a suportar ainda mais tipos de mídia digital e poderão ser sincronizados com outras ferramentas de áudio e vídeo.

Além disso, o Windows 7 já é programado para aceitar comandos e trabalhar com aparelhos "touch screen" (com tela sensível ao toque), que num futuro não muito distante devem substituir periféricos como o mouse, por exemplo.

Ballmer aproveitou a ocasião para anunciar também que a Microsoft fechou novas parcerias com a empresa de telecomunicações Verizon e com o site de relacionamentos Facebook.

A partir de agora, usuários do Facebook poderão "linkar" seus perfis a suas contas do Windows Live, compartilhando fotos, vídeos e outros conteúdos entre as duas redes online.

No ano passado, a Microsoft pagou 240 milhões de dólares para adquirir 1,6% do Facebook.

A Verizon, por sua vez, passará a usar o sistema de busca Live Search, da Microsoft, em seus telefones celulares com tecnologia 3G nos Estados Unidos.

Foi a primeira vez que Ballmer fez o papel de Bill Gates, co-fundador da Microsoft, recentemente aposentado de suas funções executivas, que tradicionalmente fazia a apresentação das novidades da empresa no salão de Las Vegas.

gc/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG