Microscópio da Phoenix analisa amostra do solo de Marte

Washington, 24 jun (EFE).- O microscópio da nave de prospecção Phoenix analisa hoje uma amostra de solo de Marte recolhida pelo braço robótico em uma superfície onde as câmeras tinham identificado o que seria gelo, informou a Nasa.

EFE |

A Phoenix também movimentará seu dispositivo de escavação para que deposite parte da mesma amostra de solo para seu primeiro experimento de química úmida no planeta vermelho, que será realizado em um ou dois dias.

Os cientistas derreteram ontem o gelo para a realização do primeiro experimento químico com água da Phoenix.

O laboratório, que até hoje não foi utilizado em Marte, é desenhado para a análise do solo na busca de sais, ácidos e outras características.

O laboratório de química úmida de Phoenix é parte de um conjunto de instrumentos denominado Analisador de Microscopia, Eletroquímica e Condutividade (Meca, na sigla em inglês).

"A água na célula de química úmida está gelada e antes que façamos um experimento temos que ter certeza de que está totalmente líquida", disse Sam Kounaves, da Universidade Tufts, um dos cientistas na equipe do laboratório.

"É preciso usar toda a água para que o experimento funcione", comentou.

"Estamos prontos para começar", disse Michael Hecht do Laboratório de Propulsão da Nasa, e cientista principal do instrumento MECA para Phoenix.

"Para nosso experimento fizemos água líquida pela primeira vez em Marte", afirmou.

Na semana passada, a Nasa informou que, em uma fundação escavada pela pá robótica da Phoenix, as câmeras mostraram um material branco e brilhante que quatro dias depois desapareceu. Os cientistas concluíram que poderia se tratar de gelo.

A pá robótica recolheu amostras de solo e agora com diferentes instrumentos a Phoenix analisará a estrutura e as características desse material, que poderia dar provas da existência de água em Marte. EFE jab/rr

    Leia tudo sobre: microscópio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG