catastrofismo provocado por gripe suína - Mundo - iG" /

Microbiologista lamenta catastrofismo provocado por gripe suína

Londres, 30 abr (EFE).- O microbiologista colombiano Raúl Cuero lamentou hoje o catastrofismo mundial gerado ao redor da gripe suína e o atribuiu aos terríveis efeitos das epidemias medievais, as quais para ele continuam presentes no imaginário popular.

EFE |

Cuero deu tais declarações em entrevista à Agência Efe em Londres, onde assiste a um congresso de biologia sintética e fez uma conferência na Casa Ibero-Americana.

"Quando as pessoas ouvem estas coisas, pensam nas epidemias da época medieval. À época, a Europa era muito homogênea em termos de etnia. No Renascimento, aconteceu uma grande mistura de genes entre espanhóis, italianos, árabes e africanos, e isso ajudou a conter as epidemias", explicou.

Reconhecido membro da comunidade científica internacional, Cuero é um dos pesquisadores com maior número de invenções próprias, além de ser o primeiro hispano-americano a ser agraciado pela Nasa (agência espacial americana) por causa de uma pesquisa.

"É preciso ter precaução, certamente. Entretanto, entre as medidas adotadas, só há máscaras, tratamentos... Esquecemos do elemento humano", acrescentou o microbiologista colombiano.

Apesar de a Organização Mundial da Saúde (OMS) ter elevado o nível de alerta para 5 (de uma escala que vai até 6) e de muitos Governos terem ditado suas próprias recomendações à população, para o cientista, estes organismos "não têm a intenção de favorecer o alarmismo".

"Não se deve culpá-los, é a cultura atual, e isso é comum a todos. O problema reside no fato de que pessoas que não têm as bases para entender o que ocorre estarem recebendo informação em excesso", assinalou Cuero. EFE otp/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG