mulher independente a heroína romântica - Mundo - iG" /

Michelle Rodríguez diz preferir mulher independente a heroína romântica

Miami, 1 abr (EFE).- A atriz Michelle Rodríguez confessou hoje que não gosta de interpretar heroínas açucaradas e que se inclina pelos papéis de mulher independente, porque é o que mais respeita, em declarações distribuídas hoje pela Universal Pictures por ocasião da estreia mundial de Velozes e Furiosos 4.

EFE |

Rodríguez, que teve a carreira impulsionada após a participação na série de televisão "Lost", afirma que não deseja mostrar ao público um personagem que não sente ou admira.

"O que não me interessa são essas mulheres que não são independentes e se sentam para chorar porque perderam o namorado.

Isso já vimos milhões de vezes", acrescentou.

"Estou cansada dessa história, é muito velha, por isso me mantenho firme na ação, que parece que é a única que permite que a mulher seja independente", disse.

"Velozes e Furiosos 4" gira em torno das tentativas do piloto de corridas Dominic Toretto (Vin Diesel) de refazer sua vida após ter vivido como um fugitivo no México. No entanto, ele é obrigado a voltar a Los Angeles para lidar com um grande traficante de drogas.

"Gostei (do papel do filme) porque, para minha surpresa, tive ação desde o primeiro dia, subi em um caminhão que andava a 35 km/h", contou a atriz, que mal teve tempo de descansar após retornar da Nova Zelândia, onde gravou sob o comando do diretor James Cameron o filme "Avatar".

Rodríguez disse que foi uma "surpresa" sua participação no filme e contou que mal teve tempo para se preparar para um longa-metragem com cenas tão físicas quanto o dirigido por Justin Lin.

A atriz definiu como "realmente difícil" e "fenomenal" a primeira cena do filme, na qual Toretto e Letty (personagem de Rodríguez) tentam roubar um caminhão que transporta gasolina avaliada em US$ 1,4 milhão.

Rodríguez teve palavras ainda às mulheres hispânicas, às quais pediu que acredite em si mesmas, porque essa confiança as levará a ser o que quiserem, e advertiu de que não escolham o "caminho fácil" que significa estar com um homem que as banque.

"Essa mentalidade é antiga, e não vai sobreviver amanhã se pensa assim. Faça você, creia em você. Torne-se independente", disse a atriz. EFE abm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG