Michelle Obama, esposa do candidato democrata à Presidência norte-americana defendeu nesta quarta-feira sua imagem frente ao eleitorado feminino branco e rejeitou as acusações de que seria antipatriota.

"Evidentemente amo meu país, e em nenhuma outra parte fora dos Estados Unidos minha história teria sido possível", disse Michelle Obama à jornalista Barbara Walters que a consultou a respeito de um comentário feito há vários meses quando disse: "pela primeira vez em minha vida de adulto, estou realmente orgulhosa de meu país".

A frase, apresentada por parte da imprensa sem o "realmente", foi muito criticada pelos críticos do candidato democrata.

Convidada para o "The view", um programa matinal para donas-de-casa da rede ABC, Obama disse que havia admirado a reação da atual primeira-dama norte-americana Laura Bush, que saiu em sua defesa na semana passada.

Segundo a esposa do candidato, "é preciso ter muito cuidado com o que se diz." "Quero dizer que é uma das coisas mais difíceis, quando alguém é candidato à Presidência ou quando se é a esposa do candidato. Tudo o que alguém disser será examinado e até mal interpretado", considerou Michelle.

Falando de seu marido, reiterou que a princípio não queria que se lançasse em campanha presidencial. "Disse: Oh não! Por favor!", comentou sorrindo.

mes/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.