Washington, 13 abr (EFE) - A primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, fez uma parada não anunciada no Haiti antes de chegar ao México, para conhecer de perto a difícil situação no país caribenho após o terremoto de 12 de janeiro, informou a Casa Branca.

Michelle, acompanhada por Jill Biden, esposa do vice-presidente americano, Joseph Biden, aterrissou no aeroporto de Porto Príncipe às 10h40 locais (11h40, no horário de Brasília) e pegaram um helicóptero para percorrer a capital haitiana, onde mais de um milhão de pessoas ainda vivem nas ruas depois que suas casas foram destruídas pelo terremoto.

Com sua visita, segundo comunicado da Casa Branca, Michelle e Jill querem "mostrar o compromisso dos EUA com o povo do Haiti e com seu Governo, para ajudar nas tarefas de reconstrução e de recuperação, especialmente agora, com o início da época de chuvas e furacões".

Michelle e Jill também mostraram sua gratidão "a mulheres e homens americanos, por seu extraordinário esforço no Haiti durante os três últimos meses", assim como aos funcionários das Nações Unidas e de outros países que ajudaram o país caribenho a atenuar a crise humanitária.

Após sua visita ao Haiti, Michelle seguirá para o México, em sua primeira viagem sozinha como primeira-dama. EFE pgp/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.