Micheletti pede a Arias que uma comissão inicie diálogo interno em Honduras

O presidente de fato de Honduras, Roberto Micheletti, pediu ao mediador da crise política, o presidente da Costa Rica, Oscar Arias, que envie a Tegucigalpa uma comissão para empreender um diálogo interno de conciliação.

AFP |

"Este diálogo, esta comunicação efetiva, deve incluir todas as partes da sociedade civil: igreja, sindicatos, grupos estudantis, associações de empresários, meios de comunicação e universidades", afirmou em um comunicado divulgado pela Casa de Governo.

O presidente de fato disse acreditar na necessidade de ampliar o diálogo de San José, mediado por Aris, com um diálogo em Honduras, ou seja, com o próprio povo hondurenho.

O chamado "Acordo de San José", apresentado por Arias há uma semana, estabelece a restituição do deposto presidente Manuel Zelaya a seu cargo, a renúncia deste em reformar a Carta Magna, anistia, um governo de unidade nacional e, entre outros pontos, a antecipação em um mês das eleições de 29 de novembro.

Micheletti rejeitou esse plano ao se negar a restituir o poder a Zelaya, mas aceitou analisar os demais aspectos do mesmo.

nl/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG