México, 14 ago (EFE).- O cantor panamenho Rubén Blades, famoso nos países latino-americanos de língua espanhola, declarou hoje no México que Michael Jackson planejava gravar com sua ajuda um disco completo em espanhol, um projeto que os artistas nunca chegaram a concretizar.

Blades contou como certa vez ajudou o "rei do pop" a adaptar para o espanhol a balada "I Just Can't Stop Loving You", que tinha lançado em inglês em 1987 e que posteriormente interpretou na língua espanhola com o título de "Todo mi amor eres tú".

"Na realidade, esta foi a única vez em que Michael Jackson cantou em espanhol. Ficamos no estúdio por três dias. Ele queria fazer três canções, mas eu não tinha muito tempo. Me dediquei nesses três dias a ele", explicou hoje Blades à rádio "Fórmula".

Blades relatou como Michael "fez um tremendo trabalho" na ocasião, trancafiado em um estúdio com ele e com os produtores musicais Quincy Jones e Humberto Gattica.

"Ele me olhava e dizia: 'Acha que posso fazer melhor?". Eu dizia que sim e gravávamos outra vez sem nenhum problema. Chamou muito a minha atenção o fato de que não tinha mais ninguém, apenas Quincy, Humberto, Michael e eu", relatou Blades.

O rei do pop, que morreu em 25 de junho, não levou ao público o trabalho em espanhol, em que "se saiu muito bem", acrescentou o cantor panamenho.

"Acho que ele cantou a versão em espanhol com mais emoção do que a em inglês. Sempre lembrarei isso", afirmou Blades. EFE act/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.