Nova York, 20 abr (EFE).- O ator americano Michael Douglas pediu indulgência para seu filho Cameron, que hoje conhecerá em um tribunal federal de Nova York a sentença pelo crime de tráfico de drogas, um delito que já se declarou culpado.

Cameron Douglas, de 31 anos, está preso desde que foi detido em julho passado em um hotel de Nova York com cerca de 500 gramas de "cristal", a forma mais pura de metanfetamina, que tinha planejado distribuir.

Antes da prisão, Cameron tinha aceitado US$ 15 mil em dinheiro em troca de meia libra de "cristal" (230 gramas).

Vários personagens famosos, entre eles vários de seus familiares, enviaram cartas ao juiz Richard Berman pedindo indulgência.

A última carta foi do pai do rapaz, que recorre aos antecedentes de abusos de substâncias da família, assim como ao peso da fama, para tentar explicar a atuação de seu filho, que, segundo lembra, é fruto de "um casamento fracassado".

"Amo meu filho, mas não estou cego diante de seus atos. Não quero que sua vida seja destruída", diz o ator em sua carta de cinco páginas dirigida ao juiz federal. EFE mgl/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.