Mianmar: Cruz Vermelha aponta dificuldades para estimativas de mortos

As organizações de ajuda humanitária a Mianmar após a passagem do ciclone Nargis ainda apontam númerose díspares, de 68.833 a 127.990 mortos, constatou nesta quarta-feira a Cruz Vermelha, anunciando que é impossível comprovar sua veracidade.

AFP |

"As estimativas oscilam entre os 68.833 e os 127.990 mortos", disse John Sparrow, da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho.

Sparrow disse que as cifras, incluídas em um informe da organização, procedem de 22 organizações.

"Na atualização de nosso informe de operações incluímos os extremos, e um é quase o dobro do outro", disse à AFP.

"Mas não se trata de uma cifra oficial da Cruz Vermelha porque não há maneira neste momento de se fazer algo mais que uma estimativa", disse.

A rádio estatal de Mianmar elevou nesta quarta-feira o número de vítimas para 38.491 mortos, 27.838 desaparecidos e 1.403 feridos, mas que podem chegar até os 200.000 mortos e desaparecidos, disse o ministro britânico Douglas Alexander baseando-se em informações do local.

sls/fb/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG