Um homem foi detido em Mianmar na investigação dos atentados cometidos no centro de Yangun em abril, que deixaram 10 mortos e 170 feridos, informou a polícia.

Um homem foi detido em Mianmar na investigação dos atentados cometidos no centro de Yangun em abril, que deixaram 10 mortos e 170 feridos, informou a polícia.

Outros quatro suspeitos estão sendo procurados.

"Este ato brutal foi cometido por terroristas assassinos, membros do grupo conhecido como 'Vigorosos guerreiros estudantes birmaness'", declarou o policial Khin Yi.

Um homem foi detido e outros fugiram ao cruzar a fronteira com a Tailândia, segundo a polícia.

Os atentados de abril aconteceram no parque ao redor do lago de Kandawgyi, um dos lugares mais frequentados de Yangun, onde as pessoas celebravam o Ano Novo.

hla-bur-dla/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.