México volta a exportar produtos suínos a 4 países

México, 12 mai (EFE).- Equador, Honduras, Emirados Árabes e Cazaquistão levantaram as restrições aos produtos suínos mexicanos que tinham sido impostas por causa do surto da gripe causada pelo vírus AH1N1, que já deixou 58 mortos no México e 2.

EFE |

224 infectados, informaram hoje fontes oficiais.

O ministro da Economia mexicano, Gerardo Ruiz, recebeu as respostas dos colegas destes países ao pedido do México de que as restrições fossem levantadas. As medidas foram aplicadas pelo temor de que os produtos suínos fossem um meio de transmissão da gripe.

Após vários países terem adotado medidas restritivas aos produtos mexicanos, as autoridades protestaram e exigiram o cumprimento das obrigações contraídas perante a Organização Mundial do Comércio (OMC).

Também pediram que os países demonstrassem cientificamente que os produtos de porco representavam um risco para a saúde.

O ministério afirmou que "oportunamente" foi enviada aos países que adotaram este tipo de restrições uma notificação na qual se questiona a consistência das medidas impostas contra a importação de produtos mexicanos.

As autoridades também pediram mais informação sobre "a natureza e alcance das medidas", além de pedir a retirada imediata por falta de sustentação científica e violar acordos internacionais. EFE jrm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG