México tem mais de 1.000 novos casos de gripe suína em cinco dias

O México, foco mundial da gripe suína em abril passado, registrou mais de 1000 novos casos da doença em cinco dias, mas nenhuma nova morte foi confirmada, anunciou nesta terça-feira o ministério da Saúde.

AFP |

"Ontem à noite (segunda-feira), 17.416 casos de gripe A (H1N1) haviam sido confirmados no país", disse o ministério em comunicado.

O número de pessoas infectadas era de 16.296 na quinta-feira passada. O balanço de 146 mortos continua igual. Somente os Estados Unidos (353 mortos) e a Argentina (165 mortos) têm um número de mortos mais elevado.

O maior aumento do número de pessoas contaminadas foi registrado no estado de Chiapas, no sul do país, segundo o ministério, para quem a evolução da pandemia está sob controle.

Quase quatro meses depois de ter surgido no México, o vírus A (H1N1) continua se propagando, e deverá em breve afetar todos os países do planeta, alertou a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo o último balanço da organização, publicado nesta terça-feira, a gripe suína contaminou 162.380 pessoas e deixou 1.154 mortos em todo o mundo.

lp/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG