México reconhece aumento de casos de gripe

México, 11 set (EFE).- O Governo do México reconheceu hoje um recente aumento no número casos de gripe A no país, que implicou o fechamento de escolas, especialmente no estado de Sinaloa, com mais de 1.

EFE |

400 infectados, e anunciou que está se preparando para uma esperada alta da epidemia durante o inverno (no hemisfério norte).

"Estamos vendo um aumento no número de casos nos últimos dias", admitiu o secretário de Saúde, José Ángel Córdova, que explicou que a alta foi registrada sobretudo em Culiacán, capital do estado de Sinaloa, e em Baja California Sul.

"No resto do país há casos, mas não surtos grandes", disse Córdova, à emissora "Radio Fórmula".

O total de mortes em decorrência da doença no país chegou a 47 em quase um mês. No dia 12 de agosto, o número de vítimas fatais no México era de 162, que subiu para 209 até o dia 8 de setembro, segundo os dados da Secretaria da Saúde.

Diante da situação, Córdova afirmou que "todas as ações de vigilância epidemiológica" estão sendo reforçadas e que as medidas de prevenção devem continuar a ser seguidas, além do distanciamento social e do tratamento imediato dos casos registrados. EFE act/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG