Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

México prende líder de cartel de drogas de Tijuana

Por Lizbeth Diaz TIJUANA, México (Reuters) - Forças de segurança do México prenderam o líder do cartel de drogas Eduardo Arellano Félix, um dos traficantes internacionais mais procurados pelas autoridades antidrogas dos Estados Unidos, depois de um tiroteio na cidade de Tijuana.

Reuters |

Arellano Félix, conhecido como "O médico", era um importante membro de um cartel familiar na violenta cidade de Tijuana, na fronteira com os EUA, e enfrenta uma acusação de tráfico de drogas há cinco anos.

"Com o apoio da Polícia Federal, o exército adentrou a vizinhança de Chapultepec onde, sob fogo, deteve Eduardo Arellano Félix", afirmou o ministro da Defesa no domingo em nota.

Arellano Félix foi preso no sábado depois de um tiroteio entre mais de 100 policiais e soldados que deixou uma residência de três andares na cidade repleta de buracos de bala. Os Estados Unidos haviam oferecido uma recompensa de até 5 milhões de dólares pela sua captura.

O presidente Felipe Calderon já enviou dezenas de milhares de tropas e policiais federais para combater as gangues de drogas desde o final de 2006, mas as prisões de importantes líderes do tráfico foram poucas.

A família Arellano Félix dominou o tráfico de cocaína e maconha para a Califórnia nos anos 1990, e era temida por sua eliminação cruel de seus inimigos.

Acredita-se que Eduardo comandava o cartel ao lado de sua irmã Enedina, que continua solta, depois que outros membros da família foram presos ou mortos.

Francisco Arellano Félix, o irmão mais jovem de Eduardo, foi condenado à prisão perpétua nos EUA em novembro, depois de ter sido capturado enquanto pescava na costa de La Paz, no México.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG