México pede ajuda a Gates e Clinton para reativar turismo

México, 19 mai (EFE).- O prefeito da Cidade do México, Marcelo Ebrard, enviou cartas a personalidades como Bill Gates, Bill Clinton, Bono e Shakira para animá-los a apoiar o país e estimular o turismo, abalado pela epidemia da gripe suína.

EFE |

Essa é, como informaram hoje à Agência Efe fontes da Secretaria de Turismo da capital, uma das iniciativas do Governo da Cidade do México para reativar o turismo, setor enormemente afetado pela epidemia da gripe, que causou 70 mortes e 3.576 infectados.

Segundo informou à Efe o encarregado de comunicação da Secretaria de Turismo do Distrito Federal, David Cano, com a iniciativa a Prefeitura pretende que os famosos ajudem na recuperação da imagem turística da capital.

Assim, na carta enviada por Ebrard foram oferecidas diferentes possibilidades de participação, como a de escrever algum texto em que contem suas experiências visitando o México ou uma visão pessoal sobre a epidemia. As personalidades também são convidadas diretamente a visitar o país.

Cano apontou que, após os dias de receio no estrangeiro para o país latino-americano, com cancelamento de voos de algumas nações e recomendações de não viajar ao México, o país "está se abrindo" e requer ações de ativismo internacional para se promover.

Em coletiva de imprensa ontem, Ebrard convidou a cantora colombiana Shakira; o vocalista do grupo irlandês U2, Bono; o ex-presidente americano Bill Clinton e seu compatriota Bill Gates, proprietário da Microsoft, a apoiar a capital mexicana, que "sempre se destacou por sua solidariedade e generosidade com o resto do mundo".

Na primeira etapa do projeto foram enviadas 20 cartas a várias personalidades e estão à espera de respostas.

Além de Clinton, Gates, Bono e Shakira, também receberam a carta alguns prefeitos de cidades importantes, como Los Angeles, Nova York, Buenos Aires e Chicago.

Segundo dados da Secretaria (Ministério) de Turismo, em 2009 o setor turístico terá receita aproximadamente 29,6% menor que no ano anterior. EFE pem/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG