México: pânico em discoteca deixa 10 mortos

Sete jovens e três policiais morreram pisoteados em uma discoteca da Cidade do México, durante correria provocada por uma batida para reprimir a venda de bebidas alcoólicas a menores na tarde desta sexta-feira, informou a Secretaria de Segurança.

AFP |

"Há ao menos sete pessoas mortas, ao que parece menores, que estavam ingerindo bebidas alcoólicas, além de dois agentes da polícia preventiva e um policial judicial", disse à TV o secretário de Segurança Pública da capital, Joel Ortega.

Entre os mortos há três meninas, revelou Ortega, que também informou "vários feridos".

Os jovens estavam reunidos na discoteca New Divine, no norte da capital, para comemorar o fim de um curso escolar, quando ocorreu o incidente. O local estava superlotado, com quase mil pessoas, disse Ortega.

"Lamentavelmente, um encarregado da discoteca pegou o microfone e anunciou a operação policial, o que provocou a correria...". A porta de emergência estava bloqueada por caixas de cerveja.

Ortega revelou que o responsável pelo local, Alfredo Maya Ortiz, foi preso com outras duas pessoas.

O secretário negou que os policiais tenham atirado ou lançado bombas de gás lacrimogêneo.

lp/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG