México lamenta morte de Ted Kennedy

México, 26 ago (EFE).- O Governo do México lamentou hoje profundamente a morte do senador Edward Kennedy, que foi um destacado político americano e amigo do México e das causas de muitos mexicanos e mexicano-americanos, afirmou um comunicado da Chancelaria.

EFE |

O senador Kennedy "foi um ativo promotor da paz e da cooperação internacionais e teve um destacado papel em favor do fortalecimento da amizade e dos vínculos entre México e Estados Unidos", afirmou o ministério.

A Chancelaria destacou que no Congresso dos Estados Unidos, Kennedy teve oportunidade de promover iniciativas vinculadas com a luta contra o crime organizado, o tema migratório e a defesa dos migrantes.

"Como bom amigo do México, reiteradamente denunciou os riscos e injustiças que enfrentam os migrantes e se pronunciou por melhorar o tratamento que recebem ao ser detidos pelas autoridades de seu país", acrescentou a Chancelaria.

"Como homem público, foi um convicto de que as fronteiras são ponto de encontro e oportunidade, pelo que rejeitou a construção do muro fronteiriço com o México (que os Estados Unidos constroem em vários lances), e qualquer argumento que pudesse ser invocado para justificá-lo como meio de fortalecer a segurança nessa região", disse.

O Governo do México expressou "suas mais sentidas condolências à família do senador Kennedy, e a todo o povo dos Estados Unidos, pela perda de tão destacado político e valioso ser humano". EFE gt/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG