Os sítios arqueológicos do México, que incluem o complexo de pirâmides de Teotihuacan, na região da capital, estão fechados até nova ordem devido à epidemia de gripe suína que atinge o país, informou o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH).

"As zonas arqueológicas de todo o país permanecerão fechadas até nova ordem", assinala o INAH em seu site.

Além do complexo de Teotihuacan, a medida envolve os sítios de Chichen Itzá, Uxmal e Tulum, na península de Yucatán, e o Templo Mayor, na Cidade do México, entre outros.

As autoridades já haviam determinado a suspensão das aulas e o fechamento de restaurantes, bares, museus e teatros da capital mexicana para evitar aglomerações e a consequente difusão do vírus.

gbv/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.