A Prefeitura da Cidade do México ordenou nesta terça-feira o fechamento de todos os restaurantes, cafés, bares e casas noturnas da cidade para conter a gripe suína que pode ter deixado até 152 mortos no país.

Todos os cafés e restaurantes da capital devem ser fechados ao público, e podem apenas fazer entregas de comida em casa mediante pedidos por telefone sob pena de interdição. A medida visa a evitar concentrações propícias à propagação do vírus, explicou a Prefeitura.

As autoridades também estabeleceram nesta terça-feira um dispositivo para "evitar a venda de carne nas ruas", anunciou à rádio o secretário de Interior da cidade, José Angel Avila. As cozinhas ao ar livre vendendo "tacos" e outros pratos típicos mexicanos ocupam calçadas e praças da capital, como em todas as cidades do país.

O Diário Oficial da cidade divulgou no sábado uma recomendação de "suspensão provisória", das atividades dos "cafés-restaurantes, bares, cabarés, estabelecimentos noturnos, discotecas e salões de dança" por um "período de urgência", mas, desta vez, trata-se de uma "ordem", explicou uma fonte municipal à AFP.

bur-gv/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.