México, 14 jul (EFE).- A Secretaria de Saúde mexicana informou hoje que, diante da escalada da gripe suína nos estados de Chiapas e Iucatã, sudeste do México, deslocou médicos especializados e brigadas epidemiológicas para evitar a propagação do vírus A(H1N1).

O secretário de Saúde do México, José Ángel Córdova, disse que há duas semanas se registrou uma alta no número de casos da doença nestes dois estados, sendo que em Chiapas eles ainda não estão controlados, com um aumento diário de entre 100 e 130 ocorrências.

Córdova convocou a população a não baixar a guarda e manter as medidas preventivas, como lavar as mãos constantemente e usar máscaras.

Desde abril, a gripe já matou 124 pessoas e contaminou mais de 12 mil no México.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE gt/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.