México entrega na OMS a cepa da gripe suína para criar vacina

O México entregou neste sábado à Organização Mundial da Saúde (OMS) a cepa do vírus H1N1, causador da gripe suína, e os dados estatísticos e clínicos do comportamento do mal para ajudar na criação de uma vacina que seja acessível a todos os países.

AFP |

"O México coloca a partir de hoje à disposição da OMS a cepa do vírus H1N1" que afetou o México com 66 mortes e a informação que arrecadou com os pacientes, os tratamentos, disse o presidente mexicano, Felipe Calderón, em ato público.

"A informação sobre o vírus H1N1 foi dada ao representante da OMS no México, Phillipe Lamy, para que seja estudada e para que rapidamente seja elaborada uma vacina eficaz contra a doença", declarou Calerón.

No pacote de informações sobre a gripe suína, que o presidente mexicano descreveu como uma "dura experiência", estão incluídos dados o desenvolvimento da doença nos pacientes, os primeiros sintomas, as internações, os falecimentos e os locais onde os casos foram registrados.

Calderón deu destaque especial na necessidade de a vacina ser desenvolvida dentro da rede da OMS para que seja acessível a todo o mundo, que seja um "bem público global".

sem/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG