México e EUA quebram recorde de extradições em 2008

México, 30 dez (EFE).- Os Estados Unidos e o México quebraram em 2008 o recorde de extradições entre os dois países, ao intensificarem a entrega de criminosos às autoridades da nação vizinha, informou hoje o embaixador americano no México, Tony Garza.

EFE |

"Neste ano, nossos Governos estabeleceram marcas recorde tanto no número de extradições dos EUA ao México, como no volume de extradições do México aos EUA", assinalou Garza.

Em nota, o diplomata detalha que o México extraditou 85 fugitivos aos EUA, "superando o recorde" de 83 do ano passado.

Desses 85 extraditados em 2008, 68 eram mexicanos e os demais americanos e de outros países.

Por outra parte, segundo ele, "os EUA extraditaram 32 fugitivos ao México, superando o recorde de 25" estabelecido em 2006.

"Devido à excelente colaboração entre ambos os Governos, as pessoas de ambos os lados da fronteira se encontram hoje mais seguras com esses perigosos fugitivos fora das ruas", destacou o embaixador. EFE act/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG