México detém 58 pessoas por vínculos com maior plantação de maconha do país

Detidos ficarão presos por 40 dias para que a Procuradoria mexicana amplie as investigações. Plantação já foi destruída por soldados

iG São Paulo |

Foram detidas 58 pessoas por suposto vínculo com a maior plantação de maconha já encontrada no México, informou na segunda-feira a Procuradoria Geral da República (PGR) em comunicado.

A promotoria disse que os suspeitos foram capturados por soldados nas imediações do povoado de El Rosario, no sul do município de Enseada (Baixa Califórnia, norte do México), onde foi localizada na semana passada uma plantação de maconha de 120 hectares.

Os 58 detidos ficarão presos por 40 dias para que a PGR amplie as investigações. O campo de 120 hectares ficava na estrada de Guerrero Negro, na cidade de Enseada, onde inicialmente foram detidas 16 pessoas. Essa é a maior plantação de maconha encontrada na história do México e já foi destruída por soldados do Exército.

Um porta-voz dos militares disse à BBC que ainda não se sabe quem é o dono da fazenda onde estava a plantação. A droga produzida na fazenda poderia alcançar um valor de US$ 160 milhões.

O local tinha um sistema sofisticado de irrigação, cobertura para as plantas e alojamentos de madeira, provavelmente para os trabalhadores.

*Com EFE e BBC

    Leia tudo sobre: méxiconarcotráficocartéis de drogasmaconha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG