México aplicará primeiras doses de vacina contra gripe em grávidas e médicos

México, 13 ago (EFE).- O Governo mexicano afirmou hoje que aplicará as primeiras doses disponíveis da vacina contra a gripe A, ainda em desenvolvimento, nos funcionários do setor de saúde, nos bebês de 6 a 24 meses, nas mulheres grávidas e nos cidadãos com problemas respiratórios crônicos, câncer, diabetes e aids.

EFE |

Na campanha de vacinação não estarão incluídos os idosos, as crianças e os adolescentes, já que as autoridades consideram que "não são vulneráveis" ao vírus A(H1N1), explicou, em entrevista coletiva, o ministro da Saúde do México, José Ángel Córdova.

"É necessário que toda a população se proteja com as medidas necessárias de higiene", afirmou Córdova.

O funcionário lembrou que, por causa da emergência sanitária pela epidemia da gripe A no México, o Governo encomendou dos laboratórios farmacêuticos um lote de 20 milhões de vacinas, que custarão 2.000 milhões de pesos (US$ 153 milhões).

A vacina, que se encontra em desenvolvimento em vários países do mundo, ainda não está disponível no mercado, mas várias nações já fizeram pedidos às empresas farmacêuticas para encararem o próximo inverno no hemisfério norte.

Segundo as estimativas da Secretaria de Saúde do México, 14,5 milhões de pessoas devem ser vacinadas no país.

Córdova explicou que cinco milhões de vacinas devem ser aplicadas no país em dezembro e as restantes serão distribuídas em 2010.

O México já registrou 18.861 casos de pessoas contagiadas com o vírus da gripe A, das quais 163 morreram em decorrência da doença.

EFE ea/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG