México anuncia 2ª maior apreensão de dinheiro ilícito do país

México - O Exército e a Promotoria do México anunciaram hoje o confisco de US$ 26,2 milhões junto a organizações criminosas no estado noroeste de Sinaloa, no que representa a segunda maior apreensão de dinheiro da história do país.

EFE |

A Procuradoria Geral da República apresentou o dinheiro confiscado em 14 de setembro durante a operação Culiacán-Navolato, derivada de trabalhos da inteligência de agentes da dependência e da Secretaria de Defesa Nacional (Sedena).

A apreensão só é superada no México pelos US$ 205 milhões confiscados do empresário de origem chinesa Zhenli Ye Gon em 16 de março de 2007.

Na operação anunciada hoje, forças militares e federais acharam a chamada "casa de segurança", como é conhecida as instalações utilizadas pelos grupos do crime organizado na região.

Segundo as autoridades mexicanas, três homens que estavam no imóvel conseguiram escapar, mas abandonaram o dinheiro, quatro veículos, 2,3 quilos de maconha, armas e equipamento de comunicação.

O novo golpe contra o crime organizado no México acontece no momento em que o país enfrenta uma alta da violência, que neste ano custou a vida de 3.227 pessoas, segundo dados extra-oficiais publicados hoje pelo diário "El Universal".

    Leia tudo sobre: crimeméxico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG